Current track

Title

Artist


Temido pretende resolver algumas dificuldades com contratação direta de médicos

Written by on 29 de Junho, 2022

A ministra da Saúde reconheceu hoje que os concursos para médicos especialistas não respondem a todas as necessidades do sistema.

Esta quarta-feira, dia 29, Marta Temido, disse, na sua primeira audição regimental desta legislatura na Comissão Parlamentar de Saúde, que a dedicação plena dos médicos ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) será uma das apostas do Governo.

“Abrimos vagas que resultam da junção de necessidades manifestadas pelos serviços e da disponibilidade de especialistas (…). Sabemos que o numero de recém-especialistas que apresentaram candidaturas a este concurso é inferior”, começou por dizer.

De acordo com a governante, “há mais necessidades do que as que estão expressas no concurso e esperamos que por via da contratação direta algumas delas possam ser satisfeitas”.

Também presente, Catarina Martins, deputada do Bloco de Esquerda, questionou Marta Temido sobre o facto de os hospitais não terem autonomia para preencher vagas de quadro vazias e lembrou que mais de metade dos médicos de saúde pública estão no privado.

A responsável destacou, em resposta à deputada, que mesmo que o Governo conseguisse captar todos os especialistas formados no país, o SNS iria continuar com dificuldades de resposta em algumas áreas.

“Estamos empenhados na dedicação plena, de modo a que seja um dos aspetos que permita cativar os profissionais para o SNS”, destacou.

Fonte: Lusa


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *