Current track

Title

Artist


Judite Sousa lamenta ter sido “destratada sem o mínimo de compaixão”

Written by on 23 de Junho, 2022

A jornalista da CNN Portugal revelou ter-se sentido de tal forma no seu ambiente de trabalho.

Judite Sousa recorreu à sua conta de Instagram para fazer um agradecimento a Luís Osório depois de este ter escrito um artigo sobre a morte do filho da jornalista.

“Venho, através das minhas redes sociais, agradecer-lhe publicamente o que escreveu e a profundidade com que o fez. Agradeço”, foi desta forma que Judite começou por fazer o seu agradecimento.

Depois de fazer referência à entrevista que deu a Manuel Luís Goucha, a jornalista revelou não ter recebido apoio dos que lhe são próximos e ter sido “destratada” no seu ambiente de trabalho.

“Nas últimas semanas, e num programa de televisão, uma mulher esteve 50 minutos a chorar compulsivamente sobre a morte do seu único filho. Junto dos que me são mais próximos não recebi nenhuma mensagem de empatia. Pelo contrário: fui destratada sem o mínimo de compaixão, a começar num alegado programa de humor e a acabar no meu ambiente de trabalho”, contou.

“E não me venham dizer que me vitimizo. Uma mãe e um pai que perdem um filho não se vitimizam. São, por natureza da tragédia, vítimas. Para sempre”, acrescentou.

“Agora, uma pessoa que nunca me viu, que só me conhece da televisão, escreveu sobre o meu ‘inferno’. É verdade, Luís. Faz dia 29 [de junho] oito anos. Para mim, foi ontem, é hoje, será amanhã. Obrigada, Luís Osório“, concluiu.


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *