Current track

Title

Artist


Covid-19: a linhagem da Ómicron que já é dominante em Portugal

Written by on 16 de Maio, 2022

A nova estirpe é considerada mais transmissível e preocupante pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças.

Segundo os especialistas, a variante dominante neste momento no País trata-se de uma nova linhagem (BA.5) da variante Ómicron.

Neste momento, já representa 50 por cento dos novos casos no país, segundo avança João Paulo Gomes, investigador do Instituto Nacional de Saúde (INSA) Doutor Ricardo Jorge.

“Trata-se de uma linhagem mais transmissível e com algumas mutações que são associadas a uma maior capacidade do vírus para infetar e fugir ao sistema imunitário”, esclareceu o investigador.

Sendo que ultrapassa os anticorpos das vacinas, a nova variante tem facilidade de expansão e pode levar à reinfeção.

Apesar do maior risco de transmissão e reinfeção, não existem provas ou estudos de que a linhagem apresente uma maior gravidade ou contribua para uma maior mortalidade. “Não parece estar associada a um fenótipo de doença mais severo. Pensamos que será quase inevitável que [a Covid-19] se transforme quase numa gripe. Vamos ter que viver com este coronavírus e pensa-se que o processo de vacinação vá ter que continuar, nem que seja para os grupos mais vulneráveis”, realça o investigador do INSA.

É, no entanto, expectável que até 22 de maio esta linhagem seja responsável por cerca de 80 por cento das infeções.


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *