Current track

Title

Artist


Advogada de Rendeiro ia deixar de o representar por falta de “fundos”

Written by on 13 de Maio, 2022

Ao que tudo indica, este seria o motivo que levaria o ex-banqueiro esta quinta-feira, dia 13, a tribunal.

Depois de ser encontrado morto na prisão de Westville, esta sexta-feira, dia 13, June Marks, advogada do ex-banqueiro, revelou que ia deixar de representar João Rendeiro por falta de “fundos”.

“Ele não tinha fundos e o Estado deveria nomear um advogado oficioso para assistência jurídica”, começou por referir a advogada em declarações à Lusa, sublinhando que “ele insistiu para eu continuar, mas não tinha fundos para pagar”.

De acordo com Marks, o arresto de bens devido aos processos judiciais que enfrentava em Portugal, terá sido o motivo que levou João Rendeiro a não poder continuar com a advogada.

A informação foi avançada pelo Ministério Público sul-africano esta tarde, que detalhou que o ex-banqueiro iria hoje a tribunal devido ao fim da representação pela advogada June Marks.

“A conferência de pré-julgamento para a audiência de extradição de João Rendeiro foi marcada para 20 de maio de 2022. Durante esta semana, o Estado recebeu uma notificação do representante legal de Rendeiro, declarando que ela irá retirar os seus serviços. O Estado requisitou então que Rendeiro comparecesse hoje no Tribunal de Verulam para que as questões jurídicas pudessem ser abordadas antes da conferência de pré-julgamento da próxima semana”, é referido numa nota do NPA.

Recorde-se que a sessão preparatória do julgamento do processo de extradição para Portugal teria início na próxima semana e as sessões do julgamento iriam decorrer entre 13 e 30 de junho.

Fonte: Lusa


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *