Current track

Title

Artist


Diretor-Geral da OMS deverá ser reeleito hoje

Written by on 25 de Janeiro, 2022

Tedros Adhanom Ghebreyesus não vê obstáculos na reeleição.

“Faltam-me as palavras. Estou muito grato pelo apoio renovado“, disse, após a votação processual realizada hoje em Genebra, Suíça.

“Os últimos dois anos foram muito difíceis”, afirmou o diretor-geral da OMS.

A reeleição tem ainda de ser formalmente validada em maio por todos os Estados-membros da organização, uma eleição sem problemas previsíveis, uma vez que é o único candidato a manter-se na corrida.

Tedros Adhanom Ghebreyesus apelou para que “reforcem o papel da OMS no centro da arquitetura da saúde global e reconheçam a saúde como um direito humano fundamental”.

“A pandemia destacou o desafio que enfrentamos, que é o de que o mundo não está preparado”, sublinhou durante a sua última apresentação.

“O sucesso futuro da OMS dependerá do vosso apoio” para que as contribuições dos Estados-membros representem 50% do orçamento da organização até 2028-2029“, reforçou.

Para já, “16% do orçamento provém de contribuições obrigatórias dos Estados, sendo o resto contribuições voluntárias de doadores públicos e privados que decidem como a OMS as pode utilizar“.


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *