Current track

Title

Artist


Berlim avança para medidas radicais. Pessoas não vacinadas ficam em confinamento

Written by on 16 de Novembro, 2021

O número de casos de covid-19 na Alemanha está a subir com substancia e há mesmo algumas zonas do país que avançam para medida radicais.

É o caso de Berlim, que decidiu confinar as pessoas que não se vacinaram contra a covid-19, proibindo a sua presença em áreas públicas.

Por exemplo, pessoas que não estão vacinadas contra a covid-19 ou que tenham recuperado da doença há menos de seis, estão impedidas de entrar em restaurantes ou ir a bares.

Como em todas as regras, há exceções: as crianças e as pessoas que tenham justificação médica para não tomar a vacina, não entram na equação.

A Áustria também já implementou a medida de confinar não-vacinados e segundo o chanceler austríaco, Alexander Schallenberg, “já está a dar frutos”.

Alexander Schallenberg, declarou que o confinamento das pessoas não-vacinadas na Áustria é uma “medida difícil” mas que “já está a dar frutos”, referindo “o aumento maciço das inscrições nos centros de vacinação”.

A Áustria enfrenta um aumento de novos casos, que atingiram o número mais elevado desde o início da pandemia – 12.000 por dia, em média, num país de 8,9 milhões de habitantes.

“A única hipótese de sair deste círculo vicioso é aumentar a taxa de vacinação”, que é “vergonhosamente baixa” (65% neste momento), insistiu o chanceler.

Fonte: Agência Lusa


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *