Current track

Title

Artist


António Costa afirma que economia portuguesa tem “todos os ingredientes” para crescer.

Written by on 9 de Novembro, 2021

O primeiro-ministro disse hoje que Portugal tem “todos os ingredientes para cozinhar uma economia competitiva, ganhadora e assente na qualificação, que garanta a fixação da sua geração mais qualificada de sempre”.

Em Braga, numa sessão de apresentação dos resultados de uma parceria de inovação entre a Universidade do Minho e a Bosch, o PM  apontou logo no início, como primeiro primeiro passo para o sucesso, o “capital humano”, pela primeira vez próximo da média de qualificação da União Europeia.

Posteriormente, juntou uma recente geração empresarial que “percebe a necessidade” de apostar na qualificação para produzir com maior valor e a “solidariedade europeia” que garante “uma capacidade de investimento como Portugal nunca teve até agora”

O primeiro-ministro alertou que Portugal tem de valorizar e saber aproveitar aquela que classificou como “a geração mais qualificada de sempre”.

Referiu, ainda, que é “crucial” manter políticas fiscais que ajudem a atrair os jovens que emigraram e a fixar aquele novo talento que anualmente sai das universidades e politécnicos, bem como “finalmente fechar o acordo” sobre conciliação da vida familiar e profissional.

“Eliminar a precariedade e assegurar o acesso à habitação são outras medidas que Costa apontou como essenciais. Não desperdiçar o maior recurso, o recurso mais precioso de que o país dispõe, mais precioso do que os fundos comunitários ou qualquer outro, que é mesmo o capital humano que temos atualmente no nosso país”, afirmou.

Para António Costa, a aposta na qualificação vai permanecer, tendo o objetivo de 50% dos portugueses com idades entre os 30 e os 34 anos terem formação superior concluída, até 2030.

Adicionalmente, Costa pretende que em 2030 o investimento em investigação e desenvolvimento em Portugal atinja os 3 por cento do produto interno bruto.

A parceria de inovação entre a Universidade do Minho e a Bosch nos domínios da mobilidade do futuro e da transformação digital da indústria complementa um investimento superior a 165 milhões de euros, desde 2013.


Reader's opinions