Current track

Title

Artist


Seleção foi abastecida para Budapeste com 150 quilos de bacalhau e 60 garrafas de azeite

Written by on 14 de Junho, 2021

Para que o ambiente seja mais acolhedor, também foram feitos alguns ajustes no hotel onde a Seleção vai ficar hospedada.

Este ano, tal como em todos os outros, a Seleção Nacional de Futebol levou alguns mantimentos para a sua estadia e fez alguns ajustes no Ensana Grand Margaret Island, o hotel na Ilha Margarida onde a seleção vai ficar hospedada em Budapeste.

Para além de decorarem o hotel com as cores de Portugal, também alguns quartos e salas sofreram alterações. Várias salas de tratamentos e fisioterapia e um ginásio foram construídos de raiz para que nada falte aos jogadores da Seleção.

Segundo a Federação Portuguesa de Futebol, foi dada especial atenção à iluminação, não só pelo aspeto estético mas também para tornar todo o espaço mais acolhedor.

A alimentação dos últimos (e esperamos que futuros) campeões europeus ficará a cargo do chef Luís Lavrador, que já serve a Seleção há alguns anos.

Ao contrário de há uns anos para cá, em que havia alguma dificuldade em encontrar produtos portugueses no estrangeiro, agora tudo é mais acessível. Ainda assim, certos produtos não se encontram em qualquer lado, o que levou a Seleção a seguir viagem com 150 quilos de bacalhau, 50 quilos de arroz carolino, 60 garrafas de azeite e 60 garrafas de vinagre.

Não ficamos por aqui! Também o Estádio Illovszky Rudolf, a casa do Vasas SC e o local onde a Seleção Nacional treina desde que chegou a Budapeste foi alvo de uma intervenção.

O estádio recebeu alguns elementos decorativos alusivos a Portugal e foi ainda criada uma zona para fisioterapia e um ginásio.

O relvado não ficou esquecido e até este foi cortado precisamente com a mesma altura do Puskás Arena, local onde Portugal vai jogar frente à Hungria e à França.

Recorde-se que o primeiro jogo da Seleção Nacional vai decorrer já amanhã, dia 15, pelas 17h00.

Segue a ONFM no Instagram e Facebook

Fonte: Observador, texto de Mariana Fernandes


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *