Current track

Title

Artist


Pai perde guarda do filho por deixá-lo jogar Fortnite durante horas

Written by on 7 de Abril, 2021

O caso aconteceu em Espanha.

Um espanhol perdeu a guarda partilhada do filho por deixá-lo jogar Fortnite, durante horas consecutivas.

A queixa foi apresentada pela mãe do menor que, depois de inúmeras discussões com o ex-companheiro sobre como criar o filho em comum, recorreu ao tribunal para tratar do caso.

“Uma dependência desmedida aos videojogos e demasiadas horas a jogar o célebre Fortnite”, foi um dos argumentos usados pela progenitora no julgamento. Como tal, solicitou judicialmente a anulação da custódia partilhada.

A mãe alega que “por parte do pai havia uma ação de permissividade total e falta de vigilância e atenção às tarefas diárias do menor” o que provocou “um problema de dependência aos videojogos”.

Contudo, este pai não aceita a decisão e, agora, avançou com um recurso no Supremo Tribunal.

A decisão do tribunal contou ainda com o parecer de um psicólogo, que acompanhou o menor e diagnosticou um vício aos videojogos.

Em tribunal, o menor testemunhou ter redes sociais com autorização do pai e justificou dedicar muito tempo a videojogos em casa do progenitor, apenas porque a mãe não o deixa jogar em dias de aulas.

Já o pai, no seu testemunho, “reconheceu ter dado autorização para a conta de Instagram e um canal no YouTube sem ter falado previamente com a mãe”.

O tribunal de Pontevedra [Galiza] decidiu anular a custódia partilhada do menor e estabeleceu um regime de visitas ao pai.

Fonte: Jornal de Notícias.


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *