Current track

Title

Artist


Covid-19: Especialista diz que Portugal pode ter 140 ou 150 mortos por dia dentro de duas semana

Written by on 12 de Janeiro, 2021

Dentro de duas semanas Portugal pode ter, ainda, 14 mil novos casos diários, mesmo com fecho total [incluindo escolas], avisa especialista na reunião no Infarmed.

Decorre, esta manhã, a reunião no Infarmed.

Presidida pela ministra da Saúde, Marta Temido, foi apresentada a situação epidemiológica do país e ouvidos especialistas sobre a evolução da pandemia em Portugal.

Nesta reunião, André Peralta Santos, da Direção Geral de Saúde, fez uma comparação entre a segunda onda da pandemia e o momento atual.

“A situação, em comparação com o pico da segunda fase, é de maior homogeneidade e de agravamento da incidência.”

Quanto aos óbitos, também com tendência claramente crescente, “em máximos históricos”, o perito da DGS aponta que a subida se verifica em todas as regiões, mas com a “subida tem maior expressividade no Alentejo”.

Já Manuel Carmo Gomes faz projeções negras para as próximas semanas e diz que “teremos pela frente as semanas mais difíceis desta pandemia”.

O especialista diz que, mesmo projetando um confinamento igual ao de março [com as escolas fechadas], “dificilmente evitaremos ter 14 mil casos daqui a duas semanas”.

O especialista acredita que, no fim do mês de janeiro, teremos entre 140 a 150 mortos por dia devido à Covid-19.

Sem medidas, a 19 de janeiro atingiremos mais de 18 mil casos e a 26 de janeiro o país terá mais de 37 mil casos, explica o especialista.

“A projeção é que dificilmente evitaremos os 14 mil casos por dia […] 14 mil casos por dia não é aceitável”.

O especialista adianta que, nesta altura, “o país dificilmente evitará ter entre 140 a 150 óbitos por dia”, dentro de duas semanas, o que “é um valor muito preocupante”.

“Teremos pela frente semanas mais difíceis desta pandemia. A única boa notícia é que depois disto só pode melhorar”.

No total, a 9 de fevereiro, o país somará já 12 mil óbitos, segundo os dados do especialista.

Fonte: Observador.


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *